Conheça embalagens sustentáveis para alimentos que estão disponíveis no mercado

10.085 Visualizações
O intuito é fazer com que a produção de embalagens sustentáveis se intensifique e se torne recorrente dentro das empresas.

As embalagens podem ser consideradas grandes inimigas do meio ambiente, uma vez que a ampla produção e descarte delas resulta em diversos impactos ambientais — sendo que os principais deles estão relacionados ao acúmulo de lixo e ao consumo desenfreado de matéria-prima.

Nesse contexto, as chamadas embalagens sustentáveis se destacam como uma solução para as empresas que desejam ser ecologicamente sustentáveis e ainda mostrar consciência ambiental por meio de uma embalagem com aparência inovadora e marcante. Em geral, essas embalagens são feitas à base de materiais biodegradáveis e que, quando descartados, não oferecem riscos ao meio ambiente.

As matérias-primas utilizadas para fabricar essas embalagens são encontradas na própria natureza. Por serem naturais, a tendência é que o próprio ambiente consiga absorver sua consistência sem comprometer o espaço em que ela é descartada. Até os animais consomem as embalagens sustentáveis.

Embalagens sustentáveis para alimentos

Um dos grandes exemplos de como essa ideia é utilizada pode ser encontrado nas embalagens sustentáveis para alimentos. Como a sua estrutura é feita de recursos naturais, o alimento condicionado não sofre avarias e é preservado com mais segurança, sem perder sua qualidade.

Normalmente, as embalagens sustentáveis para alimentos servem para porções não tão grandes de frutas, legumes, ovos e grãos. Os pacotes são feitos de fibras de coco, plásticos comestíveis, folhas de plantas e cascas ou caroços de frutas. Elas não são difíceis de se desfazer e, ao serem eliminadas, sua degeneração no meio ambiente não é sinônimo de prejuízo — até porque muitos animais e plantas absorvem essas substâncias muitas vezes como alimentação.

Tipos de embalagens sustentáveis para alimentos

Um exemplo comum é o uso de fibras de coco para guardar ovos, ou fibras de juta que são manuseadas para virar sacolas para frutas e verduras. A juta é uma fibra altamente resistente e facilmente absorvida pelo solo, ajudando a fortificar a textura da terra.

Até o polvilho pode ser usado para produzir caixas ou cápsulas para guardar cereais, frutas ou condimentos. O material é associado com o coco, por ter bastante fibra, e resulta em uma embalagem mais consistente e resistente a calor e quedas, não prejudicando o seu interior e o que tem nele.

Embora o uso das embalagens sustentáveis para alimentos seja uma alternativa inovadora e bem atrativa, ainda é difícil encontrar muitas empresas que se dedicam a produzir essas embalagens. Mesmo que ainda haja fábricas que realizem sua produção, muitas pessoas compram produtos de embalagens que prejudicam o meio ambiente e, assim, sua produção fica acentuada.

O ideal é que o público passe a adotar produtos que usem essas embalagens ecologicamente conscientes para que sua produção se intensifique e o mercado passe a seguir esse tipo de conduta.

Imagem: Peshkova / iStock / Getty Images Plus