Camisetas feitas de leite vencido

278 views

Com certeza, você já deve ter ouvido falar de vários materiais alternativos que estão surgindo na moda, como cânhamo, linho e até couro de abacaxi. A mais recente novidade é… leite. Isso mesmo, a startup Mi Terro, em Los Angeles, está fazendo camisetas ecológicas com excesso dessa bebida que está presente em boa parte da alimentação das pessoas.

Tudo começou em 2018, quando Robert Luo, hoje CEO da Mi Terro, passou um tempo na fazenda de gado leiteiro de seu tio e pôde observar de perto enormes quantidades de leite sendo jogadas fora diariamente. Inspirado pela necessidade de encontrar uma solução sustentável, ele fundou a empresa de biotecnologia que transforma leite vencido em camisetas.

Foto: Fashion Designer Robert Luo creates sustainable T-shirts out of milk. | Fashion Designer Robert Luo creates sustainable T-shirts out of milk | Supplied by Beautiful News

Parece mágica, mas é pura inovação

Fazem parte da startup uma equipe de cientistas e químicos de materiais PhD, todos especialistas em ativação de proteínas. A mágica começa extraindo a proteína caseína das bactérias cultivadas no leite estragado. Em seguida, um processo chamado Sea-Re (Purificação de Auto-montagem) purifica-o em proteína “boa”. As proteínas são isoladas e finalmente solidificadas em fibras que são esticadas e fiadas em fios, prontas para serem utilizadas na confecção de roupas.

Desde o lançamento em junho de 2019, a marca faturou mais de 100 mil dólares e vendeu produtos em 40 países em todo o mundo. Agora, a Mi Terro está em negociações com as principais empresas de laticínios da China visando parcerias estratégicas.

A ideia é altamente promissora, uma vez que coloca a economia circular a serviço também do combate ao grave problema do desperdício de alimentos. Todos os anos, mais de 130 milhões de toneladas são desperdiçadas e isso gera cerca de 3,3 bilhões de toneladas de gases de efeito estufa. Encontrar soluções para práticas insustentáveis ​​não apenas cria recursos valiosos, mas dá início a uma nova mentalidade. É a inovação abrindo caminho para um movimento global em prol do planeta – e de todos nós!

Fontes: Global Citizen | Mi Terro