Saiba como fazer o descarte correto de móveis usados

17.842 views
Móveis usados
Foto: afolhadosul

O que você faz com o sofá velho, quando compra um novo para a sua casa? E os armários quebrados e camas sem serventia? É comum vermos móveis usados jogados pelas ruas, em terrenos baldios e calçadas. Às vezes a intenção é boa, e eles são deixados nas calçadas para serem recolhidos, mas permanecem ali por semanas, porque os lixeiros não podem levá-los. Pior ainda: é possível ver diversos móveis boiando em rios e córregos.

Além de poluir a paisagem, os móveis descartados incorretamente geram um grande transtorno, pois acumulam sujeira, podem servir de abrigo para insetos e roedores, atravancam a passagem, entopem as saídas de água em córregos urbanos e, consequentemente, contribuem para enchentes.

O descarte irregular de móveis usados é considerado crime ambiental, sujeito à multa de R$ 14 mil em caso de flagrante. Destinar móveis sem uso para reuso ou reciclagem é fácil e barato. Basta um pouco de boa vontade para evitar poluir a cidade, contribuir para a sustentabilidade e ajudar a diminuir os resíduos urbanos. A maioria dos municípios oferece o recolhimento de móveis usados gratuitamente, então, antes de jogá-los fora, verifique se existem opções na prefeitura de sua cidade.

Em São Paulo, as subprefeituras são responsáveis pela operação “Cata-bagulho”, que ocorre todo o sábado. Para saber como participar, informe-se pelo telefone 156. Você também pode levar seu móvel antigo diretamente em Ecoponto.

No Rio de Janeiro, o órgão responsável por recolher resíduos urbanos é a Comlurb. Basta ligar e agendar a retirada dos entulhos e móveis inutilizados pelo telefone 1746.

Em Curitiba, as doações e retirada dos móveis velhos podem ser agendadas pela Central de Atendimento 156. Também é 156 o número de telefone para informações sobre o serviço de recolhimento em Belo Horizonte.

Móveis usados
Foto: hernandesarte

Mas, se este trabalho não for realizado pelo seu município, ainda há alternativas. Diversas entidades particulares são especializadas no recolhimento de entulhos e móveis, buscando-os na residência do doador e entregando em cooperativas para o desmanche e reciclagem dos itens, ou para serem reformados e revendidos.

Há ainda, as organizações não governamentais (ONGs) que recolhem qualquer tipo de móvel e eletrodoméstico, além de roupas e outros objetos. Uma delas é o Exercito da Salvação que atua em quase todo o país. Se não for o caso de sua cidade, não desista, uma pesquisa simples na internet pode te ajudar realizar o descarte correto dos entulhos e móveis e a evitar um enorme problema ambiental.