Os maiores consumidores de petróleo e seu impacto no meio ambiente

3.467 Visualizações
Petróleo
Foto: pantanalnoticiasms

Em 2012, mais de 90 milhões de barris de petróleo foram utilizados por dia em todo o mundo. O Brasil corresponde a 3% do consumo global. Os dados da edição 2013 do relatório estatístico anual da BP Biocombustíveis, documento de referência para o setor, revelaram, ainda, um aumento de 0,9% em relação ao ano anterior.

Os Estados Unidos ficaram com o primeiro lugar no ranking, com um consumo médio de 18,55 milhões de barris por dia (19,8%). A segunda posição ficou com a China, com 10,22 milhões de barris por dia (11,7), seguida do Japão, que utiliza 5,3% do consumo global (4,71 milhões de barris/dia).

Já o Brasil ficou com a sétima colocação, com consumo de 2,80 milhões de barris por dia. A lista, que ainda conta com Índia, Rússia, Arábia Saudita e Alemanha, revelou os 20 maiores consumidores de petróleo no mundo.

Entre os fatores que contribuíram para esse aumento, está o crescimento da demanda por diesel e a gasolina. Segundo a AIE (Agência Internacional de Energia), “a menor mistura de etanol ao combustível brasileiro aumentou a demanda pelo derivado de petróleo na frota de veículos”.

Além disso, a agência ainda estima que em 2015 os EUA deverão superar a Rússia e se transformar no maior produtor mundial de gás natural, e até 2017 o país deve superar a Arábia Saudita e se tornar um dos maiores produtores de petróleo do mundo. Esse cenário seria favorável para a reindustrialização no país norte-americano, atraindo a volta de empresas instaladas na China e no México.

Bom para a economia e ruim para o meio ambiente

Esse movimento global de aumento no consumo de combustíveis fósseis derivados do petróleo impactam diretamente no meio ambiente. Isso porque, a poluição, mudanças climáticas, derramamentos e vazamentos de óleo, bem como a geração de resíduos tóxicos, são reflexos do uso e da produção desses combustíveis.

Só nos Estados Unidos, os combustíveis são responsáveis pela emissão de 67% de CO e de quase 30% das emissões de CO2, um dos principais responsáveis pelo aquecimento global.

Extração de petróleo
Foto: sustentabilidade-energetica

Dessa forma, há uma maior concentração de CO2 na atmosfera, o que expõe o meio ambiente e leva a um agravamento do aquecimento global, que traz graves consequências para a humanidade.

Os impactos no meio ambiente, no entanto, vão além e envolvem toda a operação de produção também – pesquisa sísmica, implantação e operação de plataformas, extração, gasodutos, terminais portuários, oleodutos e refinarias. Essas ações também interferem na sociedade e na qualidade de vida das comunidades do entorno.