Duas espécies de aves podem desaparecer no norte de Minas

609 views
Reprodução Maria Corruíra é uma das aves ameaçadas.

Neste mês um estudo sobre espécies de aves foi concluído na Usina Coruripe no município de Januária, no norte de Minas Gerais. O levantamento foi feito na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) de Porto Cajueiro, que pertence à usina sucroalcooleira e foi coordenado pelo ornitólogo Gustavo Malacco.

Até agora, o projeto identificou 122 espécies de aves, destas, duas se encontram ameaçadas de extinção. São elas a Maria-corruíra (Euscarthmus rufomarginatus) e a Arara-canindé (Ara ararauna). A primeira etapa do projeto foi realizada entre os dias 31 de agosto e 04 de setembro e estima-se que até o fim da pesquisa mais de 250 espécies sejam registradas.

Reprodução Arara Candidé

Gustavo explica que as espécies são catalogadas de forma visual com o uso de binóculos ou por meio de gravações de áudio para captar as diferentes vocalizações de cada animal.

O ornitólogo aponta a importância do levantamento desses animais para que se possa conhecer, inventariar e proteger as aves que habitam a reserva. Para ele a existência da Maria-corruíra na reserva leva ao fato de que as condições desse bioma parecem favoráveis e saudáveis para o desenvolvimento do animal, que já não é mais encontrado em outras regiões que seriam seu habitat natural.

“Para realizar o planejamento de ações conservacionistas é necessário conhecer as espécies ocorrentes em uma determinada localidade, especialmente a ocorrência de táxons endêmicos (ou de distribuição restrita de aves) ameaçadas de extinção. O projeto ajudará a identificar prioridades de ações conservacionistas para a Coruripe, promover ações de educação ambiental e estimular a prática de observação de aves na reserva”, destaca Gustavo.

Cerca de 17 mil hectares de terras pertencentes à Usina Coruripe são destinados à preservação, destes, cerca de 9 mil viraram Reservas Particulares do Patrimônio Natural. Durante muitos anos essas áreas foram utilizadas para a exploração do carvão vegetal e, por isso, foi preciso um trabalho de constituição dos recursos naturais com programas para a recomposição das matas ciliares e de nascentes do rio Carinhanha.