O desperdício de alimentos no Brasil

2.419 Visualizações
Desperdício de alimento
Foto: radaraltovale

Você sabia que um terço da produção total de alimentos no mundo é jogada no lixo? Ao mesmo tempo, cerca de 870 milhões de pessoas no mundo passam fome, além de provocar a morte de 20 mil crianças menores de cinco anos todos os dias.

No Brasil os números também impressionam, estima-se que 26,3 milhões de toneladas de alimento sejam descartados por ano. Com esses milhões de toneladas desperdiçadas no país, seria possível alimentar 35 milhões de pessoas. Mesmo sendo um dos grandes produtores de alimentos do mundo, 13 milhões de pessoas passam fome.

Somente nas feiras do estado de São Paulo, mais de mil toneladas de alimentos vão para o lixo todos os dias. Cada brasileiro compra 37 kg de hortaliças por ano e descarta 28 kg delas. O desperdício de frutas causa um prejuízo de US$ 2,2 bilhões para o Brasil por ano. Até um terço do que é comprado no país vai para o lixo, uma família de classe média, por exemplo, joga fora meio quilo de alimento por dia.

Todo esse desperdício acentua ainda mais a desnutrição da população mundial, já que há ainda um desequilíbrio entre a população e a oferta de alimentos disponíveis, que faz com que muitas pessoas ainda passem fome. Esse problema só poderia ser minimizado com programas de conscientização em todas as etapas, desde a produção até o consumo final.

Desperdício de alimento
Foto: akatu

Aproximadamente 10% do total de alimento desperdiçado se perde ainda no campo, 50% no manuseio e no transporte, 30% no abastecimento e 10% na fase de consumo, segundo dados do Embrapa. As principais razões dessa perda devem-se a falta de habilitação dos profissionais e desconhecimento de técnicas adequadas, além de ausência no tratamento de pragas, uso de tecnologias inadequadas para colheita, armazenamento, embalagem e até transporte.

Na tentativa de solucionar o problema, a ONU lançou mundialmente a campanha “Pensar, Comer e Conservar”, visando à conscientização das pessoas de que não se deve descartar alimentos que estão próprios para o consumo. Além disso, aborda também os problemas de produção e transporte destes produtos.

Já que 10% dos alimentos são jogados no lixo na fase do consumo, cada pessoa pode fazer sua parte para evitar o desperdício, com pequenas ações como:

Alimentos orgânicos
Foto: sdr.rs

• Consumir rapidamente frutas, legumes e verduras, ou comprá-los em menores quantidades já que são perecíveis;

• Tentar aproveitar as folhas, os talos, as cascas e sementes dos vegetais, essas partes podem ser aproveitadas em diversos pratos;

• Conservar na geladeira os vegetais preferencialmente inteiros, para evitar o envelhecimento precoce do alimento;

• Evitar a compra de mês, é melhor fazer compras com mais frequência, já que geladeira lotada acumula produtos fora da validade;