Certificações ambientais: Conheça a importância do certificado Bandeira Azul

560 views

 

Flickr – Carlos Amorim O certificado Bandeira Azul é utilizado para avaliar a balneabilidade de praias e marinas em todo o mundo.

O Programa Bandeira Azul é a mais importante certificação ambiental que uma praia pode conquistar no mundo. Criado em 1987, o selo é concedido pelo instituto dinamarquês Foundation for Environmental Education – Fee (Fundação para a Educação Ambiental), uma entidade credenciada pela ONU e a Unesco para avaliar a balneabilidade de praias e marinas em todo o mundo.

Atualmente, o Bandeira Azul é adotado por 46 países e tem como objetivo elevar o grau de conscientização dos cidadãos para a necessidade de proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos conflitos existentes.

Para receber o selo, a região deve cumprir diversos critérios nas áreas de educação ambiental, informação e sinalização de segurança aos usuários, qualidade da água e do meio ambiente costeiro. Entre os 33 critérios necessários estão: placa com informações sobre o programa e o local, comitê gestor do local, recipientes adequados para lixo, estimular meios de transporte sustentáveis, pelo menos um ponto com chuveiro – no caso da praia, balneabilidade (qualidade das águas destinadas à recreação de contato primário), guarda-vidas, fonte de água potável e policiamento.

No Brasil, o Bandeira Azul é coordenado pelo Instituto Ambiental Ratones (IAR). A Jurerê Internacional foi a primeira praia da América do Sul a obter a aprovação da Bandeira Azul, em 2009, mas perdeu a qualificação em janeiro de 2011 por descumprir critérios ambientais.

Atualmente, são duas as praias brasileiras com o selo Bandeira Azul para a temporada 2013/2014: a Prainha, na Barra da Tijuca (RJ) e a Praia do Tombo, no Guarujá (SP). O programa também concedeu o selo de qualidade para a Marina Costabella, em Angra dos Reis (RJ). É a única marina brasileira que conta com o título, renovado pelo terceiro ano seguido.