Dia Internacional da Reciclagem: como ser parte da solução e fazer a diferença!

842 views

Hoje, 17 de maio, é comemorado o Dia da Reciclagem. Esta data nos traz a oportunidade de refletirmos sobre como lidamos com os resíduos gerados no dia a dia.

De acordo com site The World Counts, que faz a contagem do volume de resíduos gerados pela humanidade, todos os anos lançamos 2,12 bilhões de toneladas de lixo no planeta. Se todo esse lixo fosse colocado em caminhões, eles dariam a volta ao mundo 24 vezes!

É por isso que devemos repensar com seriedade sobre os nossos hábitos de consumo, e o que fazemos com as coisas que compramos e que não nos servem mais.

Se o resíduo gerado pelo consumo tiver uma destinação correta e bem direcionada, ele não será prejudicial para o planeta. Mas, se ao contrário disso, a gente simplesmente “jogar no lixo”, sem pensar e sem direcionar corretamente o que não tem mais serventia, então estamos contribuindo com a poluição ambiental.

A boa notícia é que nós podemos ser parte da solução. Basta que, para isso, busquemos formas corretas para destinar os resíduos, de forma que sejam inseridos dentro de um sistema de economia circular.

A reciclagem é a solução

A última década foi a mais quente já registrada, de acordo com um relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM) e isso pode trazer consequências irreparáveis. Se mudanças significativas e rápidas não forem feitas, veremos o aumento contínuo das temperaturas globais, o derretimento das geleiras e o aumento do desmatamento.

Derretimento de geleiras e aquecimento global podem parecer muito distantes da nossa realidade, mas nós temos o poder de interferir nisso, quando adotamos ações mais sustentáveis.

A reciclagem é um desses caminhos, mas os números mostram que ainda temos um longo trabalho a ser feito. No Brasil, de acordo com dados do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), de todos os resíduos considerados próprios para a reciclagem, apenas 3% tem um reaproveitamento efetivo. Ainda é muito pouco e cabe a cada um de nós o esforço para que se amplie cada vez mais.

Reciclagem nas empresas

Quando expandimos as ações de reciclagem, levando-as para fora de nossas casas, conseguimos excelentes resultados, pois o impacto dessa atitude positiva é ampliado à medida que mais pessoas incorporam o hábito de descartar corretamente os resíduos no dia a dia.

E qualquer ambiente de trabalho pode ser um propagador de bons resultados ambientais. Um salão de beleza, por exemplo, pode fazer parte do Programa Beleza Verde. Ao ingressar no programa, as empresas de beleza e também de outros setores, recebem um treinamento para saber como lidar corretamente com cada resíduo.

No Programa Beleza Verde, papelão, plástico e metal, o chamado material limpo, é doado para cooperativas de reciclagem. Os materiais contaminados, como vidros de esmalte, passam pela separação do produto e da embalagem. O resto de esmalte é destinado para fabricação de solvente e zarcão. O plástico e o vidro são vendidos.

Resíduos perigosos

Um resíduo que oferece um grande risco às pessoas e ao meio ambiente e que merece uma atenção especial, é a embalagem aerossol, utilizada na finalização dos cabelos, por exemplo.

Assim como outros resíduos poluentes (como pilhas, baterias e tintas), essas embalagens precisam de um descarte especial após o uso porque, mesmo vazias, ainda possuem resíduos tóxicos e inflamáveis que são nocivos para o meio ambiente e para as pessoas que realizam a sua coleta.

Tanto as empresas que aderem ao Programa Beleza Verde como empresas de outros setores que fazem uso de embalagens aerossóis, podem contar com um coletor específico para este tipo de embalagem. Por ser um material que possui alta capacidade inflamável, os coletores para o descarte de embalagens aerossóis necessitam ser homologados dentro de rigorosos padrões de segurança.

Copos descartáveis sem culpa

Muitas pessoas acreditam que abolir o uso do plástico seja a melhor maneira de proteger o meio ambiente. Mas, na prática, sabemos que isso é impossível – uma vez que o plástico é indispensável em muitas atividades.

Os copos plásticos, por exemplo, contribuem muito para evitar a proliferação de doenças e, quando são usados e descartados da forma correta, o seu uso não provoca danos ambientais. Isso porque, na maioria das vezes, os copos descartáveis são produzidos a partir do poliestireno ou polipropileno, que são 100% recicláveis. E quando este material é coletado adequadamente, o seu aproveitamento é bem maior.

Uma maneira de continuar usando os copos descartáveis sem culpa (e sem causar problemas ao meio ambiente) é aderindo ao Programa de Reciclagem de Copos Descartáveis, uma iniciativa da Braskem em parceria com a Dinâmica Ambiental, que conta com o apoio das empresas Copobras, Altacoppo, Unigel e Innova.

O programa faz parte da plataforma I’m Green, criada com o objetivo de desenvolver negócios e estratégias para a valorização dos resíduos plásticos por meio de parcerias, trazendo confiabilidade e qualidade ao desenvolvimento de produtos, soluções e processos que envolvam todos os elos da cadeia de reciclagem deste valioso resíduo.

Se você também deseja levar esta iniciativa para a sua empresa, basta entrar em contato com a equipe da Dinâmica Ambiental, que mostrará como você e o seu local de trabalho podem contribuir ainda mais com a reciclagem do plástico.

Não há dúvida de que a reciclagem está na linha de frente na guerra para salvar o futuro do nosso planeta e humanidade. Mas isso só depende de nós.