Amuletos feitos de resíduos plástico incentivam a reciclagem na Tailândia

591 views

Duas empresas tailandesas se uniram para criar amuletos budistas feitos a partir de 9 tipos diferentes de materiais recicláveis, que vão desde garrafas plásticas até redes de pesca de nylon, na esperança de incentivar a reciclagem destes resíduos.

Estima-se que a Tailândia é a quinta maior responsável pela poluição por plástico dos oceanos no mundo. De acordo com um estudo do grupo americano Ocean Conservancy. Atualmente, o país recicla menos de 18% dos resíduos plásticos, sendo essa a menor parcela do Sudeste Asiático.

“A ideia do amuleto de plástico estabelece uma conexão entre o meio ambiente e a cultura tailandesa”, disse Krit Phutphim, diretor do Dots Design Studio, uma das empresas por trás do projeto lançado na exposição da semana de design de Bangkok.

Além de serem feitos de materiais reciclados, os amuletos contêm a palavra “consciência” escrita na parte de trás como forma de lembrar as pessoas a se manterem conscientes de que o seu consumo diário não deve prejudicar o meio ambiente, comentou Teerachai Suppameteekulwat, fundador da outra empresa por trás do projeto.

Amuletos tailandeses com imagens budistas são extremamente populares no país do Sudeste Asiático, pois muitos esperam que eles aumentem a conexão com a espiritualidade e lhes tragam boa sorte.

Os amuletos, que foram abençoados por monges, são distribuídos em troca de pelos menos 1 kg de plástico ou um mínimo de 100 baht (cerca de R$16) por unidade, com o dinheiro sendo destinado a diferentes instituições de caridade.

Para uma frequentadora da exposição, Paramapon Suthichavengkul, a ideia de dar um novo uso ao material reciclado a atraiu para o amuleto: “Eu trouxe 1,8 quilo de garrafas plásticas. Quero dar uma nova vida a elas”.

Brasil tem iniciativas que merecem destaque

Projetos com impacto positivo no meio ambiente também podem ser encontrados no Brasil.

Vale destacar o Programa de Reciclagem de Copos Descartáveis, idealizado pela Braskem, em parceria com a Dinâmica Ambiental e apoio da Copobras, Altacoppo, Unigel e Innova, que incentiva e encaminha para a reciclagem de forma correta e eficiente esses materiais tão amplamente consumidos em ambientes corporativos e eventos. A partir daí, eles são transformados em resina pós-consumo e ganham nova vida, podendo ser aplicados nos segmentos de tampas de cosméticos e produtos de limpeza, utilidades para o lar, na indústria automotiva ou moveleira e na fabricação de eletrodomésticos e bicicletas.

Coletor para armazenamento dos copos plásticos que serão reaproveitados pelo Programa de Programa de Reciclagem de Copos Descartáveis.

Além da reciclagem e reuso do plástico, o programa foca na educação e consciência ambiental, orientando e treinando colaboradores quanto aos procedimentos de logística para destinar corretamente os copos plásticos após utilização e outras boas práticas sustentáveis.

Quer fazer parte desse movimento? Entre em contato com a equipe da Dinâmica Ambiental e participe.

Conheça o podcast do Pensamento Verde e ouça os bate-papos super dinâmicos com profissionais feras em sustentabilidade! Conteúdos novos todos os dias!

Fontes: Reuters | Money Times