Paris adere novamente ao rodízio de carros e oferece transporte público gratuito

430 Visualizações
© Depositphotos.com / vvoennyy Em compensação, Paris possui transportes públicos gratuitos, bem como serviços municipais de aluguel de veículos elétricos e de bicicletas.

Quem é de São Paulo já está mais do que acostumado com o famoso rodízio de veículos no centro expandido da cidade. Já quem é morador de Paris e localidades próximas terá que se acostumar também a esta realidade. No último domingo, dia 22 de março, o governo e autoridades locais decidiram pelo rodízio de veículos para tentar diminuir a poluição na capital francesa.

A diferença de Paris em relação a São Paulo é que lá estão autorizados a circular apenas os carros que possuem matrícula ímpar e o rodízio vale também para algumas cidades vizinhas à capital. Para tal, mais de 750 agentes de polícia estão localizados em pontos estratégicos para coibir a circulação de automóveis com matrícula par. A multa para quem descumprir o rodízio é de 22 euros por dia.

Rodízio de carros em Paris não é novidade

O que pouca gente de fora da França não sabe é que outras medidas semelhantes foram estabelecidas em Paris no ano de 1997 e em março de 2014. A novidade da mais recente determinação é que este ano estão liberados do rodízio os automóveis híbridos ou que utilizem gás como combustível, assim como veículos com três ou mais pessoas.

O rodízio de carros em Paris já apresenta resultados claros, como a redução de engarrafamentos em horários de pico. Outra vantagem para a cidade é que as pessoas estão começando a utilizar mais o amplo serviço de transporte público parisiense, que aos finais de semana são gratuitos. A capital francesa também conta com diversas empresas municipais de aluguel de veículos elétricos e bicicletas, o que facilita, e muito, a implementação do rodízio de carros na cidade.