Lâmpada usa fotossíntese das algas para produzir energia

1.090 views
Facebook.com / Fermentalg Invenção de pesquisador francês poderão ser usadas em garagens e espaços públicos.

Sustentabilidade é um tema bastante discutido nos dias de hoje em todo o mundo. Mais e mais escutamos falar de meio ambiente e dos impactos negativos causados pelo homem, e pensar em soluções sustentáveis é uma alternativa para diminuir ou até mesmo acabar com esse grave problema que assola o planeta.

Buscando uma saída para economizar e minimizar os riscos ambientais causados pela utilização das lâmpadas convencionais, o bioquímico francês Pierre Calleja desenvolveu, após muitos estudos junto à sua equipe na FermentAlg, uma lâmpada movida a algas, que além de despoluir os ambientes, pode produzir luminosidade.

A lâmpada eco-friendly poderá ser usada em espaços públicos ou garagens e será independente das redes elétricas, sem limitar sua ampla eficiência. Ela ainda é capaz de colaborar com os cortes nos gastos com eletricidade e na redução dos níveis de poluição.

Ela vai funcionar através do aproveitamento da fotossíntese das algas verdes incandescentes, que irão atrair o CO2 do ar para gerar oxigênio e amido armazenados na bateria. Assim, quando forem transportadas para áreas de pouca luz, poderão iluminar sem a necessidade de qualquer fonte de alimentação externa.

A grande vantagem é que uma única lâmpada tem a capacidade de absorver uma tonelada de carbono do ar em apenas um ano, sendo a mesma quantidade capturada por 150 ou 200 árvores. Sendo assim, essa lâmpada, se entrar em produção, poderá ser uma das saídas no combate ao aquecimento global, melhorando a vida da população de todo o mundo.