COP21: em acordo histórico, países trabalharão para limitar a temperatura do planeta a 2ºC

464 views

 

iStockphoto.com / khz Acordo para controlar a temperatura do planeta vai começar em 2020.

No desfecho da 21ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), no último sábado (12), depois de duas semanas de negociações intensas, representantes dos 195 países aprovaram o acordo histórico para frear as emissões de gases por efeito estufa e limitar os impactos da mudança climática no planeta. Pela primeira vez, o acordo envolve quase todos os países do mundo.

O Acordo de Paris, como foi chamado o documento assinado na COP21, valerá a partir de 2020 e obriga a participação de todas as nações – e não apenas países ricos – no combate às mudanças climáticas e determina que as nações envolvidas trabalhem para que temperatura média do planeta sofra uma elevação “muito abaixo de 2°C”, reunindo esforços para limitar o aumento de temperatura a 1,5°C.

O documento determina que os pontos de acordo sejam revistos a cada cinco anos, para garantir que os países prestem contas sobre as ações desenvolvidas para atingir a meta e dar transparência às ações.

Sobre o financiamento das ações, ponto central do debate, ficou acordado que os países ricos garantirão um financiamento de ao menos US$ 100 bilhões por ano para combater a mudança climática em nações em desenvolvimento a partir de 2020. Em 2025, este valor deve ser rediscutido.

Ficou definido também que as metas de redução de emissão de gases deverão ser atingidas o mais rápido possível, mas não delimitaram uma data para que isso aconteça.