Cinco cidades espanholas cancelam touradas

942 views
Felipe Caparrós Cruz Cidades não querem mais vínculos com atividades que maltratam animais.

Conservação de tradições culturais ou vida longa aos animais? Este é um questionamento que sempre gera polêmica e discussão em qualquer lugar do planeta. Na Espanha, por exemplo, as lendárias touradas representam um pouco da essência do povo espanhol, marcado pela forte personalidade e uma certa seriedade (assim como os touros).

Porém, ao longo dos últimos anos, o evento acostumou-se a receber uma enxurrada de críticas da imprensa mundial, fazendo com que muitos espanhóis refletissem a seu respeito. Recentemente, os municípios de Azira, Corunha, Gandía, Mancor de la Vall e Pinto anunciaram a decisão de cancelar suas touradas.

De acordo com a imprensa espanhola, a razão que levou ao cancelamento dos eventos está na conscientização das autoridades locais, que não querem vincular suas administrações às atividades de explorações de touros e outros espetáculos que maltratam os animais. A decisão foi bastante elogiada, uma vez que as touradas são importantes atrações turísticas das pequenas cidades.

Importante destacar que, o “efeito anti-tourada” tem se fortalecido ao longo dos últimos meses. Inclusive, em algumas regiões do território espanhol, as discussões aumentaram consideravelmente a respeito do assunto, fazendo com que o espetáculo fosse reconsiderado.

O tema voltou à pauta no ano passado, quando o toureiro Victor Barrio acabou morrendo após ser chifrado por um touro durante uma apresentação. Na ocasião, defensores do movimento contra as touradas “comemoram” o acidente.

Fora da Espanha, o número de países que sustentam a tradição tem diminuído bastante. No Brasil, por exemplo, o espetáculo foi abolido ainda em 1934, pelo então presidente da república Getúlio Vargas. Nos Estados Unidos, somente o estado do Texas mantém a festividade.