Chineses desenvolvem aparelho que transforma papel usado em lápis

462 views
aparelho que transforma papel usado em lápis
Foto: inhabitat

De acordo com a Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), entre janeiro e julho de 2013, o País produziu 6.039 toneladas de papel. Conforme dados fornecidos pelo instituto de pesquisa Imazon, de agosto de 2012 a janeiro de 2013, 1.305 quilômetros do território da Amazônia Legal sofreram desmatamento. Esta preocupação global atraiu as atenções de um grupo de designers chineses que desenvolveram um aparelho que transforma papel usado em lápis novos.

Só a China tem aproximadamente 1,3 bilhão de habitantes que geram crescente demanda por produtos de diversos tipos de matéria-prima, ou seja, existe a possibilidade de que esta expansão populacional acarrete impactos ao meio ambiente. Por isso, Chengzhu Ruan, Liu Yuanyuan, Xinwei Yuan e Chao Chen projetaram o P&P (Paper to Pencil) Office Waste Paper Processor que minimiza o desperdício de papel.

O “pequeno milagre da reciclagem” se dá por conta de um dispositivo introduzido na máquina, que armazena grafite e, por meio de forte mecanismo de pressão, faz com que lápis sejam criados em apenas alguns minutos. Os inventores esperam que empresas e escritórios do mundo inteiro, que consomem grande quantidade de folhas, implantem a engenhoca no ambiente de trabalho.

A meta é fazer com que atividades rotineiras se tornem ações práticas em prol da sustentabilidade. Com o P&P Office Waste Paper Processor, não será preciso separar lixo e enviar para recicladoras, isto é, apenas o toque de um botão será necessário para acessar matéria-prima reutilizada.