Passo a Passo: saiba como fazer um telhado verde caseiro

5.556 views
© Depositphotos.com / Kassandra2 A instalação do telhado verde nas casas pode proporcionar para toda a família um maior conforto térmico e acústico do ambiente.

O meio ambiente tem sofrido muito com a ação desmedida do homem e, há muito tempo, já demonstra as consequências da devastação das matas e da poluição. Para tentar reverter um provável futuro trágico, foram criadas inúmeras ações visando diminuir o impacto ambiental e elevar a qualidade de vida das próximas gerações.

A construção civil é uma das principais responsáveis por esse impacto negativo, e vem buscando formas de agir com mais sustentabilidade. Ações como utilizar madeiras de reflorestamento, energia solar e da reaproveitamento da água da chuva são algumas das que vem ganhando espaço nas novas construções, assim como a crescente implantação de telhados verdes.

Vantagens do telhado verde

Uma solução eficiente e razoavelmente simples, a implantação do telhado verde em casas permite ampliar o conforto térmico e acústico do ambiente interno, dando reequilíbrio ambiental a locais cercados de concreto e poluição.

Por meio de estudos, foi identificada uma melhora de até 30% sobre as condições térmicas internas de locais com a presença de telhados verdes. Dessa forma, há uma boa diminuição do uso de climatizadores elétricos e uma consequente economia de energia, principalmente no verão.

Além das facilidades, há também a inegável beleza proporcionada por um telhado verde ou jardim suspenso, como se fossem um verdadeiro oásis no meio do mar de concreto das grandes cidades. É uma forma de compensar o impacto criado pela edificação, proporcionando o cultivo de ervas rasteiras.

Passo a passo para se ter um telhado verde

Na maioria das vezes, ter um telhado verde requer um investimento financeiro razoavelmente alto. Mas é possível criar um com poucos recursos, saiba como:

  • A primeira ação a ser feita é estender no local uma manta geotêxtil asfáltica chamada Bidim, que serve para filtrar toda água das plantas e da chuva. Dessa forma, só a água passará pela tubulação, impedindo que partículas de terra ou areia o entupam;
  • A segunda etapa consiste na criação de uma camada de argila por cima dessa manta, para impedir que as raízes apodreçam e haja um escoamento melhor da água;
  • Após a secagem da argila, é preciso colocar mais uma camada de manta geotêxtil. Ela servirá para fazer com que a terra e a argila não se misturem;
  • Cubra a manta com terra adubada, numa fina camada para permitir a plantação da grama esmeralda, a mais usada para esse tipo de jardim. É preciso ter cuidado na hora de escolher o tipo de grama, optando sempre pelas que não crescem muito;
  • Nas laterais do telhado, coloque rufos metálicos ou de fibra de vidro, para não haver infiltrações no local;
  • Em dois meses, a grama já terá crescido e será possível plantar outras espécies, como ervas.