Empresa japonesa quer construir cidade submarina sustentável

539 views
Fonte> Dezeen.com De acordo com a empresa responsável, trata-se de um projeto sustentável, que não traz impactos ao meio ambiente.

Mais um projeto ousado acaba de ser divulgado pela empresa japonesa Shimizu Corporation: uma cidade subaquática capaz de abrigar cinco mil pessoas. Segundo a organização, a tecnologia necessária para fazer a estrutura e sustentar a vida debaixo d’água estaria pronta em 15 anos e o projeto levaria cinco anos para ser construído.

Dividida em três seções, a estrutura da cidade contará com uma esfera que fica logo abaixo da superfície, onde os moradores terão acesso a hotéis, empresas e edifícios residenciais. Essa esfera, que pode ser mergulhada até 4 mil metros de profundidade em casos de mau tempo no mar, seria conectada à segunda estrutura do complexo: uma espiral de 15 quilômetros que desce até o fundo do mar, de onde seria tirada a energia necessária para manter a cidade.

De acordo com a empresa, essa é uma oportunidade de “capitalizar as infinitas possibilidades do mar profundo” para acomodar os humanos, já que o aumento do nível do mar ameaça a sobrevivência de comunidades que vivem perto dos oceanos. Além disso, a iniciativa é sustentável porque não traz impactos ao meio ambiente, uma vez que a energia que seria usada é limpa.

Agora a Shimizu espera receber apoio governo, assim como de investidores e instituições privadas – a Universidade de Tóquio e a agência japonesa de ciência de tecnologia já estão envolvidas no conceito. Segundo a empresa, o custo da cidade submarina seria de aproximadamente três trilhões de ienes (US$ 25 bilhões).

Além desse projeto, o grupo japonês já apresentou ideias um tanto quanto esquisitas: como elaborar um hotel no espaço e criar uma base lunar.

Fonte: Dezeen.com
Fonte: Dezeen.com
Fonte: Dezeen.com
Fonte: Dezeen.com