Sistema usa energia solar para purificar até dois mil litros de água

Criadores afirmam que tecnologia usada no sistema custa 1/13 do valor de um painel solar e apenas 1/5 de qualquer fonte de combustível fóssil

20 de março de 2017
publicado por
Redação

 

Reprodução – Facebook/ Tenkiv Além de purificar a água, o equipamento produz, armazena e converte a energia para outras finalidades.

A sede é uma realidade enfrentada por milhões de pessoas todos os dias, sobretudo nos países africanos, em que a falta de recursos e estrutura potencializam a dificuldade no acesso à água. Motivados por este grande problema global, diversos governos do mundo e iniciativas do setor privado se solidarizam, elaborando uma série de projetos na busca de ajudar quem precisa.

Na Califórnia, mais especificamente na cidade de Sacramento, uma startup tem chamado atenção pela solução que está desenvolvendo para a questão. Trata-se da criação de um sistema que usa energia solar para purificação de água que está em processo de preparação para ser produzido em larga escala pela Tenkiv´s (dona da iniciativa).

De acordo com os seus criadores, o Tenkiv Solar Collectors é um sistema capaz de purificar até dois mil litros de água por dia com energia solar, além de produzir, armazenar e até converter energia para outras finalidades. Vale destacar também as vantagens do equipamento se comparado a outros sistemas, já que sua tecnologia custa apenas 1/13 do valor de um painel solar e só 1/5 de qualquer fonte de combustível fóssil, reforçando sua viabilidade.

Ainda segundo a Tenkiv´s, o principal objetivo da iniciativa é democratizar o acesso à água potável e energia limpa. Até agora, o projeto já conseguiu arrecadar cerca de 50.000 dólares para aprimorar sua tecnologia e aumentar sua escala de produção, através de uma campanha ativa de financiamento coletivo.

Vale ressaltar ainda que o que faz do Tenkiv Solar Collectors especial é a maneira como utiliza a tecnologia fotovoltaica. Ao contrário de outros equipamentos que focam nesta tecnologia, o sistema usa o próprio calor do sol para fazer todo o processo funcionar, o que é conhecido como tecnologia térmica solar.