Empresa ensina pessoas a construírem seus próprios painéis solares

Sustentável e de baixo custo, o painel pode ser utilizado para cozinha e aquecer água de residências

10 de outubro de 2015
publicado por
Redação

Reprodução Equipamento pode ser montado para aquecer água e cozinhar.

Em abril de 2015 a empresa Gosol lançou uma onda global de empreendedorismo de equipamentos solares. A ação desenvolvia e liberava guias e manuais de construções de painéis solares que utilizam matéria prima local e são eficientes para cozinhar, secar e aquecer água. E essa medida contribui para a diminuição da escassez energética de algumas regiões pobres.

Além de quebrar barreiras ao uso da energia solar para consumo residencial, ela contribui para minimizar os danos ao meio ambiente. Para dar continuidade à campanha e concretizar seu objetivo, a empresa precisa arrecadar US$ 68,000. Atualmente, R$$ 26.500 já foram conquistados por meio de apoiadores e o primeiro manual da Gosol já pode ser lançado.

O guia contém todas as informações necessárias para a construção de painéis solares de 0.5KW de potência com uma superfície espelhada de cerca de 1 metro quadrado. Pelos cálculos dos produtores do guia, os custos para a produção dos painéis ficam em torno de US$ 79 a US$ 145 dependendo da localização de quem compra os materiais para montá-lo.

Além de ter um uso importante no dia a dia das pessoas, o material pode servir de base para pequenos empresários interessados na construção dos painéis e no desenvolvimento de regiões que sofrem com escassez energética. Ele vem como uma boa alternativa sustentável e de custo mais barato para ser implantada.
O guia do painel solar está disponível gratuitamente no site da Gosol. A campanha ainda está em processo de arrecadação de dinheiro nos EUA para que a iniciativa possa avançar ainda mais e aumentar seu impacto para outros países do mundo. Que a ideia possa inspirar muitas pessoas também no Brasil!

Saiba mais sobre o projeto: