Ambev investe 1,5 milhão em máquinas de garrafas retornáveis de cerveja

© Depositphotos.com / room76photography Equipamentos vão incentivar as pessoas a serem mais cuidadosas com o planeta.

Poucas coisas na rotina de uma pessoa com hábitos boêmios são mais importantes que o sagrado happy hour com os amigos. Ao mesmo tempo que a ocasião é marcada por muita diversão e, claro, drinks – momento no qual vai garrafa cheia, volta garrafa vazia –, um pequeno ciclo acontece sem que muita gente perceba ou simplesmente dê importância: o ciclo de economia circular das garrafas.

Peça-chave para o futuro da relação entre o homem e o consumo de materiais, a economia circular é uma estratégia extremamente valiosa para os rumos da reciclagem e sustentabilidade como um todo.

A Ambev, Companhia de Bebidas das Américas, entende a importância e relevância do processo de logística reversa de suas garrafas para o planeta, e tem trabalhado em prol de alguns projetos com foco no desenvolvimento do setor.

Na última semana, dia 09, a cervejaria veio a público anunciar que está destinando 1,5 milhão de reais de sua renda para investimentos em máquinas nacionais de coleta de garrafas retornáveis, visando a economia de até 70% nos custos logísticos da operação.

De acordo com a publicação, o objetivo da empresa, que já conta com 900 equipamentos nos supermercados do país, é fornecer 500 novas máquinas até o fim de 2017, ajudando a reforçar a proposta de redução de todo o processo.

Com as máquinas de coleta, a ideia é de que o consumidor seja incentivado a participar dessa prática de economia circular, através da troca de suas garrafas vazias por tickets de desconto na compra de outro produto retornável. Em conjunto, a Ambev se preocupou em também investir na criação de uma nova cesta, com o intuito de facilitar o transporte durante a troca de garrafas.

Vale destacar que o projeto teve início após a cervejaria realizar uma pesquisa com o seu público e constatar que seus consumidores ainda não optam pelo uso de garrafas retornáveis no mercado, sendo que 35% dos entrevistados apontam a dificuldade na hora do transporte como principal problema dos modelos retornáveis.

A pesquisa apontou também que 70% dos consumidores são conscientes de que as retornáveis são a opção mais em conta e que 21% utilizam o vasilhame retornável por enxergar suas vantagens sustentáveis.

Redacaohttp://www.pensamentoverde.com.br

A redação do Pensamento Verde possui experiência na produção de conteúdos relacionados ao tema da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando práticas sustentáveis ao redor do mundo e trazendo para o leitor apaixonado pela natureza. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.