Home > Reciclagem > Reciclagem de papelão passo a passo

Reciclagem de papelão passo a passo

16 de maio de 2013
publicado por
Joice Viana
Caixas de papelão

Foto: Pixabay

Aproximadamente 85% dos produtos consumidos no mundo inteiro utilizam embalagens de papelão. Apesar do tempo de decomposição deste material ser pequeno, cerca de seis meses, sua reciclagem é muito importante para o meio ambiente, já que quando reciclado este resíduo pode ser utilizado na fabricação de novas embalagens, economizando 98 mil litros de água e preservando de 10 a 12 árvores que seriam cortadas para a fabricação de papelão novo.

No Brasil, as indústrias de embalagem já perceberam a importância de diminuir os impactos do seu processo produtivo no meio ambiente e hoje são responsáveis por aproximadamente 65% da utilização de todo o papelão reciclado no país. Segundo uma pesquisa da Ciclosoft, o papel e o papelão já correspondem a 39% de todo o resíduo encaminhado para a coleta seletiva em 405 municípios.

Infelizmente, apenas dois tipos de papelão podem ser reciclados de forma direta: o papelão do tipo corrugado ou ondulado e o papelão plano, que é bastante utilizando em caixas de sapato, embalagem de cereais e etc. O papelão da caixa de leite é reciclável, mas como é feito de camadas de plástico e alumínio, é preciso que estes materiais sejam separados do papelão para que ele possa ser reciclado.

Processo de reciclagem do papelão

Todo processo de reciclagem começa com a separação do papelão que será enviado para a coleta seletiva – serviço que atende apenas 14% da população brasileira – ou recolhido por catadores. Este material chegará às cooperativas especializadas em reciclagem que vai separar todos os resíduos recolhidos e encaminhará o papelão reciclável para indústrias de fabricação de papel ou embalagens.

Depois que o papelão é recebido pelas indústrias, ele é colocado em uma espécie de liquidificador gigante, onde será triturado para que as fibras sejam separadas e depois misturadas com água, até virar uma “massa” homogênea que passará pelo processo de centrifugação, em que todas as impurezas serão eliminadas, como areia, grampos, cola, etc.

No próximo passo são realizados alguns processos químicos para retirar tinta e clarear o papelão, além de deixar ele mais rígido. Em seguida esta “massa” é prensada, dando origem a uma nova folha de papelão que será utilizada na fabricação de novas embalagens e papel.

Faça parte deste ciclo sustentável, separe papelão em sua casa e encaminhe para a coleta seletiva ou postos de reciclagem mais próximos de você. Pense Verde!