Árvores caídas são transformadas em bancos públicos em São Paulo

Fonte: Divulgação / ClicoVivo O primeiro banco do projeto “Mobiliário Ecológico” foi colocado no Largo da Batata, em Pinheiros.

Infelizmente, as grandes cidades brasileiras têm dificuldades em fazer a manutenção de árvores em espaços públicos. No entanto, embora o cultivo e o cuidado com as plantas vivas sejam de extrema importância, um projeto em São Paulo tenta remediar a situação e reaproveitar os troncos mortos fazendo bancos públicos com eles.

O programa municipal “Mobiliário Ecológico” foi lançado no dia 25 de fevereiro e já conta com seu primeiro banco instalado no Largo da Batata, em Pinheiros. O projeto é fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente, Secretaria de Desenvolvimento Urbano e das subprefeituras.

Para viabilizar a construção, o projeto conta com o designer Hugo França que assina a primeira obra. Com essa iniciativa, a prefeitura recicla os derivados das árvores caídas e evita o desperdício de madeira que pode ser reutilizado em obras públicas importantes para a população.

O programa consegue também transformar os espaços públicos em ambientes agradáveis e aptos à convivência, além de estimular a difusão de conceitos ecológicos e artísticos. Em entrevista para o site, o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Wanderley Meira, afirma que “sensibilizar o cidadão para a importância do processo de reciclagem é também um dos objetivos do projeto’’.

Redação Pensamento Verdehttp://www.pensamentoverde.com.br

A redação do Pensamento Verde possui experiência na produção de conteúdos relacionados ao tema da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando práticas sustentáveis ao redor do mundo e trazendo para o leitor apaixonado pela natureza. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.