Mosca típica do continente europeu assusta por se parecer com um escorpião

Animal diferente é inofensivo e só emite um odor forte quando se sente em perigo ou é maltratado

16 de janeiro de 2016
publicado por
Redação

Mundo Gump Espécie mede cerca de 35mm e possui asas claras com diversas manchas escuras. Além disso, também é caracterizada pelos grandes olhos e um bico comprido que aponta para cima.

Já imaginou encontrar um escorpião voador por aí? Se isso parece assustador para você, saiba que é bastante comum para algumas pessoas. Com um corpo preto e amarelo e cabeça e cauda avermelhadas, a mosca-escorpião pode nos chocar a princípio, mas é totalmente inofensiva.

Apesar de ser encontrado em todo o mundo, ela é mais comum nas florestas europeias. A distinção entre o macho e a fêmea pode ser feita de uma maneira simples: ele tem a cauda em forma de aguilhão, como os escorpiões, enquanto a fêmea não.

A curiosidade é que esta cauda é, na verdade, o órgão genital do animal e, por isso, não tem qualquer função ofensiva, servindo apenas para amedrontar os seus predadores.

Quando adulto, ele tem um comprimento de cerca de 35mm, com asas que são, na maioria das vezes, claras com diversas manchas escuras. Além disso, também são caracterizados pelos grandes olhos e um bico comprido que aponta para cima.

No entanto, os adultos raramente voam muito e gastam muito do seu tempo andando pela vegetação úmida, sempre perto da água e ao longo dos riachos. Com uma alimentação básica, essas moscas preferem pequenos insetos e outros invertebrados mortos.

Outra curiosidade interessante do animal é que ele é atraído pelo cheiro do suor humano, o que faz com que ele voe diretamente para cima das pessoas. Apesar de inofensivos, quando maltratados, emitem um odor fortíssimo! Por isso, é preciso ter cuidado quando avistar uma mosca escorpião e não sair batendo nela, como estamos acostumados a fazer.

O animal, que parece típico de um desenho ou filme de terror, é da ordem de insetos Mecoptera – que significa “longas asas”. Ao todo, são cerca de 550 espécies agrupadas em nove famílias distribuídas por todo o mundo. A dessa mosca, em específico, é a Panorpidae.