Garrafa PET gera passe livre no metrô para a população de Pequim

Metrô de Pequim

Foto: hypeness

Os chineses dão um jeito para tudo, inclusive para solucionar o problema de acúmulo de lixo no país e ainda incentivar a utilização do transporte público, ajudando na diminuição do trânsito de carros nas ruas que emitem grandes quantidades de CO2 por dia. Em duas estações de metrô em Pequim, Jinsong e Shaoyaoju, máquinas coletoras fazem mais do que estocar lixo reciclável, elas geraram crédito para a compra das passagens de transporte em troca de simples garrafas de plástico.

As máquinas coletoras recebem as garrafas PET que seriam jogadas em vias públicas e troca por créditos na compra do vale transporte. Os valores podem variar, dependendo do tipo e do tamanho da garrafa descartada corretamente. Cada embalagem colocada no equipamento vale entre US$ 0,15 e US$ 0,50. Com 15 garrafas, por exemplo, é possível se deslocar por todas as oito linhas e as 105 estações disponíveis.

O objetivo da iniciativa também é estimular os moradores da capital chinesa a utilizarem o transporte público e diminuir o índice de poluição do ar de quem decide se deslocar de carro. O projeto surgiu para tentar melhorar problemas da China com transporte, lixo e poluição. O governo também quer reciclar 70% dos resíduos até 2015.

Ingrid Araujo

Jornalista formada desde 2010, atualmente redatora do Pensamento Verde, escrevendo matérias relacionadas à preservação do meio ambiente e sobre sustentabilidade. Atuou como Diretora do Centro de Formação de Condutores e Educadora de trânsito, lecionando nas matérias de Legislação de Trânsito, Meio Ambiente e Cidadania.