Conheça os 5 principais tipos de poluição do solo e seus efeitos

foto de caminhão de lixo descarregando resíduos no aterro sanitário

A poluição do solo pode ser causado por defensivos agrícolas, metais pesados, componentes químicos ou o não tratamento de esgoto.

O solo possibilita o crescimento e desenvolvimento de milhares de espécies de plantas, o que só é possível a partir de sua combinação com outros elementos da natureza — como água e ar, além de matérias minerais e orgânicas.

A poluição do solo é caracterizada por alterações que modifiquem a estrutura padrão e natural do chão, terra ou superfície, prejudicando as formas de vida e sua colaboração para as interações ecológicas regulares. Em geral, este tipo de poluição é causado por diferentes agentes, que podem ser: fertilizantes, componentes químicos, medicamentos, metais, acidentes, desastres naturais, entre outros.

5 tipos de poluição do solo

Poluição causada por defensivos agrícolas

Defensivos agrícolas utilizados em grande escala — tais como herbicidas, inseticidas e demais venenos — não só afastam insetos e pragas, mas também causam a poluição do solo da região em questão. Quando esses produtos são utilizados por longos períodos, os alimentos podem ser contaminados e o local pode se tornar infértil.

Poluição causada por fertilizantes

Fertilizantes usados para solucionar problemas no solo podem acabar agravando-os, principalmente quando utilizados por longos períodos.

Poluição causada apor metais pesados

Metais pesados utilizados por fábricas e indústrias, quando descartados no solo, podem polui-lo de maneira bastante agressiva.

Poluição causada por componentes químicos

Componentes químicos também podem causar desequilíbrio no solo. Até mesmo as substâncias que parecem inofensivas, tais como tinturas ou detergentes, podem poluir o solo e o ambiente de maneira agressiva.

Poluição causada pelo não tratamento do esgoto

A falta de tratamento adequado para o esgoto é um problema recorrente em todo o Brasil, o que faz com que esse tipo de poluição de solo seja um dos mais comuns na nação. Resíduos não tratados aumentam as chances de proliferação de microrganismos e, consequentemente, de doenças — que ao se infiltrarem no solo, se multiplicam e podem tornar a área irrecuperável.

Também são tipos de poluição do ar e do solo:

  • Descarte de componentes eletrônicos em geral;
  • Descarte de lâmpadas fluorescentes;
  • Contaminação por baterias e pilhas;
  • Contaminação por fluídos hidráulicos;
  • Contaminação por óleos de veículos, diesel ou gasolina.

Quais são os efeitos da poluição do solo?

Quando os poluentes são depositados no solo saudável sem que haja controle sobre essa ação, os lençóis freáticos podem acabar contaminados também. O resultado disso é a produção de gases tóxicos capazes de levar a alterações sérias no ambiente, tais como a chuva ácida.

Outro efeito do descarte irregular de dejetos no solo está relacionado à decomposição. Isso porque alguns materiais demoram muito tempo para se decompor naturalmente. É o caso do vidro, por exemplo, que leva cerca de 5 mil anos para se decompor. Plásticos não biodegradáveis, por sua vez, podem demorar milhões de anos antes de serem desintegrados completamente.

Além disso, o problema deve ser considerado gravíssimo, visto que qualquer descaracterização natural do solo pode levar a consequências que perduram na região por anos, afetando ainda a produção de alimentos, a saúde da população e a estabilidade da natureza.

Imagem: istock.com / choice76

Redação Pensamento Verde