Conheça as principais espécies de plantas do deserto e suas características

As principais características das plantas do deserto são: presença de espinhos, poucas folhas pequenas, raízes profundas e alta capacidade de armazenamento de água.

Os desertos são conhecidos por ter um dos climas mais extremos da terra, uma vez que suas principais características são justamente o calor extremo durante o dia e baixas temperaturas durante a noite, além de índices pluviais extremamente baixos durante todo o ano.

Como consequência dessas características, este é um terreno que possui solo arenoso e extremamente seco, fazendo com que a maioria das plantas do deserto seja as xerófilas, capazes de sobreviverem nesse ambiente extremo.

De modo geral, as principais características das plantas do deserto são: presença de espinhos, poucas ou até mesmo ausência de folhas pequenas — para que não ocorra a perda de água —, raízes profundas para facilitar a absorção de água de lençóis freáticos e alta capacidade de armazenamento de água em seus caules e raízes.

Principais plantas do deserto

Saguaro

Espécie de cacto alto extremamente abundante nas regiões desérticas das Américas, sendo de fundamental importância para oferecer abrigo, proteção e alimento para diversos animais, incluindo o homem. Uma de suas características mais curiosas é o fato de esta planta ser capaz de se expandir para armazenar água, aumentando consideravelmente seu peso. Existem plantas dessa espécie com mais de 200 anos.

Árvore de elefante

Trata-se de uma das plantas do deserto mais raras, caracterizada por ser uma árvore de pequeno porte, mas que é extremamente robusta, com troncos e galhos que remetem à aparência da pata de elefante — daí seu nome. É encontrada no deserto mexicano.

Cactus pipe

Encontrada no deserto do Arizona, este é um cacto de grande utilidade para o homem, uma vez que sua polpa pode ser consumida in natura como um alimento. Além disso, é possível transformá-la em geleia e em bebida, por meio de um processo de fermentação.

Arbusto de creosoto

Trata-se de uma planta rasteira e de aparência muito bonita, especialmente na época de florada, que vai de fevereiro até agosto. Sua importância reside no papel de hospedeira que possui, já que serve de abrigo para uma grande quantidade de insetos do deserto.

Dasylirion liso

Também conhecida como ouriço-sem-espinho, é uma planta do deserto que irradia radialmente suas folhas longas, formando uma espécie de esfera — e, justamente por essa aparência, é muito utilizada como planta ornamental. Uma de suas principais características é a resistência, pois tolera tanto a seca e calor extremo quanto temperaturas baixas.

Aloe ferox

Apesar de seu nome lembrar bastante a aloe vera, trata-se de uma planta diferente, que pode ser encontrada de forma perene somente na África do Sul. Apesar de oferecer vários benefícios para os humanos, eles são limitados, uma vez que não é possível cultivá-la fora de seu habitat.

Palmeira

Outra planta do deserto nativa da África, se distingue das demais pela altura que alcança, uma vez que árvores altas não são comuns no deserto. Esta espécie de planta prefere solos arenosos e temperaturas altas.

Pratófitas

Além das plantas xerófilas, também existem algumas espécies de plantas do deserto com características pratófitas — pois possuem raízes extremamente profundas, fazendo com que sejam capazes de captar água dos lençóis freáticos. Devido justamente a essa característica, são capazes de viver por muitos anos e criar estratégias para se adaptar às peculiaridades de ambientes desérticos.

Imagem: AlexmarPhoto / iStock / Getty Images Plus

Redação Pensamento Verde

O Pensamento Verde surgiu com a missão de “informar, conscientizar e promover ações a favor do Meio Ambiente e Sustentabilidade”