Animais Cooperativos: saiba quais espécies que mais trabalham em grupo

istock.com / frank600 Os animais cooperativos são todos aqueles que trabalham em conjunto e unidos.

Já diz o ditado: a união faz a força. Enquanto muitas pessoas não levam essa ideia tão a sério e preferem atuar e crescer de maneira individual, a natureza nos mostra que é necessário olhar com mais atenção para o próximo e trabalhar em grupo, sempre com solidariedade, cooperação e união.

O mundo animal é repleto de animais que trabalham em grupo, e a união destes animais cooperativos é essencial para a sua sobrevivência na natureza e para o bom desenvolvimento do organismo e do ecossistema como um todo. Veja abaixo alguns exemplos de espécies que podem nos ensinar muito!

Exemplos de animais cooperativos

Formigas

As formigas são um dos melhores exemplos de união na natureza, uma vez que elas são conhecidas justamente por serem insetos organizados e que trabalham de maneira cooperativa. Grupos enormes de formigas trabalham em conjunto para carregar objetos muito maiores que elas, além de também atuarem em conjunto para proteger o formigueiro e dividir tudo em parte iguais.

Abelhas

As abelhas são outra espécie considerada um símbolo de cooperação e união. Isso porque o poder e as tarefas dentro de uma colmeia são divididos diariamente e em prol do grupo. Tudo isso é feito por meio de estímulos visuais, auditivos, táteis e químicos. Em geral, é possível dizer que o senso de organização de uma colmeia se assemelha bastante com os comportamentos sociais dos humanos, já que há divisão de tarefas e responsabilidades, além de castas e gerações que trabalham em grupo.

Pássaros

Diversas espécies de pássaros trabalham em grupo visando a proteção de todo o bando, seguindo regras estabelecidas para que tudo saia conforme o planejado. Os estorninhos, por exemplo, são um tipo de pássaro que desenham uma formação no céu durante o seu voo. Esse trabalho em equipe serve para criar uma ilusão de uma só unidade, podendo confundir possíveis predadores naturais. A cooperação entre esses animais deve ser muito bem executada e seguir regras, uma vez que os estorninhos voam em alta velocidade e a colisão de um com os outros pode danificar todo o grupo.

Outra espécie de pássaro com espírito de equipe é o papa-moscas-preto. Neste caso, o trabalho em grupo também é uma forma de garantir a sua sobrevivência: quando um predador se aproxima de um pássaro desta espécie, ele emite um guincho alto para alertar as outras aves que estão por perto, fazendo com que todas se juntes e se defendam em grupo.

Peixes

Os cardumes de peixes são fundamentais para que eles possam se defender contra predadores. A sincronia no nado prova que esses animais trabalham em grupo e têm uma força enorme juntos. É dessa forma, como uma massa conjunta, que os predadores não têm força para atacar um membro em específico, diminuindo as chances de capturar uma presa.

Redacaohttp://www.pensamentoverde.com.br

A redação do Pensamento Verde possui experiência na produção de conteúdos relacionados ao tema da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando práticas sustentáveis ao redor do mundo e trazendo para o leitor apaixonado pela natureza. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.