Home > Governo > Pequim fechará 2.500 empresas poluentes este ano

Pequim fechará 2.500 empresas poluentes este ano

O governo espera alterar os rumos da cidade, que chegou a declarar alerta vermelho duas vezes em dezembro de 2015

12 de fevereiro de 2016
publicado por
Redação

Stockphoto.com / prolicht Autoridades pedem que população tome cuidado.

Depois de entrar em estado de alerta nos últimos meses, as autoridades de Pequim anunciaram que desativarão 2.500 empresas de pequeno porte neste ano. O objetivo do governo é tentar diminuir a poluição do ar, impulsionada pela grande emissão de gases produzidos pelas empresas.

De acordo com os números levantados sobre 2015, a cidade de Pequim e região registraram uma média de 80,6 microgramas por metros cúbicos de partículas PM 2,5 (as mais prejudiciais). Esta quantidade representa 1,3 vezes mais do que o padrão nacional chinês adere, além de ultrapassar a média recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que orienta a média máxima de 25 microgramas.

A agência estatal de notícias Xinhua confirmou todas as informações no começo do mês passado, e afirma que todos os estabelecimentos que serão fechados pertencem a área que corresponde a quatro distritos ao longo da cidade. Para entender um pouco mais sobre a gravidade da situação, Pequim declarou alerta vermelho duas vezes só no último mês de 2015, por conta da poluição atmosférica – este tipo de alerta nunca havia sido declarado pela cidade.

Segundo o governo, a desativação de fábricas deve continuar no próximo ano, mas ainda não se definiu quais áreas de Pequim receberão maior prioridade.

A previsão de névoas de gases poluentes sobre a região ainda é muito grande para estes meses seguintes. As autoridades recomendam que os cidadãos evitem praticar muitas atividades ao ar livre e considera até uma possível paralisação de escolas e comércios locais.