Conheça os princípios da economia circular

iStock.com / Petmal A economia circular é baseada em ações de preservação, otimização de recursos e aumento da eficácia dos processos.

Imagine que no meio ambiente nada é descartado da mesma maneira como fazemos com um produto que já não serve mais. Todos os seres vivos passam por um ciclo em que nascem, se reproduzem e morrem. Em outras palavras, podemos dizer que o ser é gerado, transformado e reaproveitado.

Um animal que é herbívoro ou carnívoro, por exemplo, quando está vivo se alimenta de outros predadores e plantas cultiváveis. Após sua morte, ele acaba se tornando adubo para novas plantações. Na sociedade em que vivemos, porém, a economia vivencia um ciclo que consiste em extrair, transformar e descartar. Ou seja: nada é reaproveitado.

Se extraímos da natureza recursos para fabricação de móveis e componentes eletrônicos, estes recursos serão transformados em bens de propriedade móvel, que serão descartados em algum aterro, gerando a contaminação do solo e de lençóis freáticos e criando despesas com um novo processo de fabricação.

Para combater esse ciclo problemático e que contribui diretamente para o aumento poluição e o esgotamento dos recursos naturais, muitas empresas têm adotado modelos de negócio baseados na economia circular — que consiste na extração, transformação e reutilização dos recursos da natureza, eliminando o descarte irregular e a contaminação desnecessária.

Princípios da economia circular

Preservar e aumentar o capital

Este princípio da economia circular baseia-se na utilização de recursos renováveis ou recursos que apresentam o melhor desempenho possível, de forma que o custo neste processo seja praticamente virtual. Ou seja, reduz-se os gastos com extração de recursos, aproveitando-os da melhor forma possível e ao máximo. Na economia circular, a base deste princípio é aumentar o capital natural sem degradar o sistema.

Otimizar a produção de recursos

Imagine a riqueza de um sistema que simplesmente reaproveita cada recurso e cada peça transformada. Nada se perde: um simples banco que já não serve mais pode ser desmontado e cada uma de suas partes pode ser reutilizada em outros processos. A economia circular tem nesse princípio a chance de dar nova vida àquilo que não serviria a mais ninguém. Este princípio da economia circular cuida para que este processo permita fazer circular produtos e recursos de forma que estes jamais deixem de ter utilidade.

Fomentar a eficácia dos processos

Este princípio da economia circular consiste em focar nos bons resultados com a gestão de recursos como solo, ar e água, extraindo os riscos de poluição ambiental e sonora e intensificando ações para manter o círculo de atividade sempre contínuo.

Dessa forma, não há grandes despesas e prejuízos ao meio ambiente, e a lucratividade se mantém alta com a integração de várias empresas neste sistema. Já existem empresas que investem na economia circular e acreditam nesse modelo de negócios.

Redacaohttp://www.pensamentoverde.com.br

A redação do Pensamento Verde possui experiência na produção de conteúdos relacionados ao tema da sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando práticas sustentáveis ao redor do mundo e trazendo para o leitor apaixonado pela natureza. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.