Conheça o Programa Câmbio Verde e seus benefícios para a diminuição do impacto ambiental

Reduzir os danos ambientais e ainda auxiliar na alimentação de diversas famílias é o objetivo do Programa Câmbio Verde

3 de janeiro de 2014
publicado por
Redação
Programa Câmbio Verde de Curitiba

Moradores de Curitiba trocam lixo por alimentos. Foto: jvilatorres

O que fazer para reduzir os danos ambientais causados pelos resíduos domésticos diários? A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Abastecimento de Curitiba tiveram uma excelente ideia: o Programa Câmbio Verde. Tudo começou em 1989, com o Programa Compra do Lixo, que trocava o lixo orgânico produzido pela população por vales-transportes, permitindo com que se locomovessem e ainda reduzissem o impacto ambiental causado pelo lixo.

Em 1991, ocorreu uma produção exacerbada do repolho em Curitiba, surgindo aí ideia de substituir o vale transporte por alimentos, como moeda de troca pelo lixo reciclável. Foi assim que surgiu o Programa Câmbio Verde, que além do lixo também recebe óleo vegetal usado como troca por alimentos.

Problemas de saúde pública, poluição da água, do ar, proliferação de doenças e aquecimento global – esses são alguns dos problemas ambientais causados pelo excesso de lixo produzido diariamente. Além de reduzir o impacto ambiental provocado pelo descarte do lixo e óleo em locais inadequados, o Programa ainda auxilia no combate à fome e à pobreza na região, promovendo o desenvolvimento sustentável e educação consciente para a população. O óleo de cozinha, por exemplo, se descartado pelo ralo, pode provocar diversos danos ao meio ambiente, da mesma forma que pode ser usado como matéria-prima para produção de biodiesel.

E os benefícios do Câmbio Verde não param por aí. Em parceria com Associações de Produtores, pequenos e médios produtores rurais fornecem os alimentos comprados com recursos da Secretaria de Meio Ambiente, gerando mais uma oportunidade de renda. Assim, os produtores não precisam mais se preocupar com a supersafra e o desperdício dos alimentos excedentes. Cada 4 kg de lixo ou 2 litros de óleo valem um quilo de alimento, que podem ser trocados quinzenalmente em 100 pontos de atendimento em Curitiba. São frutas e verduras da época, que garantem uma alimentação saudável para milhares de pessoas. O calendário para troca pode ser conferido no site da Prefeitura de Curitiba.

Em mais de 20 anos, o Programa Câmbio Verde vem desenvolvendo o hábito dos cidadãos em separar o lixo orgânico do inorgânico e a consciência do destino correto dos resíduos domésticos.

A saúde de diversas famílias também está melhor! Milhares de famílias agora podem consumir verduras, legumes e frutas frescas, incrementando o cardápio diário com uma alimentação saudável. Com o auxílio de nutricionistas, as famílias são orientadas sobre a melhor forma de se utilizar os alimentos, evitando o desperdício e consequente aumento do lixo orgânico.

Além dos pontos de coleta e toda a divulgação realizada pelas Secretarias responsáveis, o Câmbio Verde também está presente nas escolas públicas, possibilitando a troca dos resíduos também por cadernos, brinquedos, chocolates e ingressos para shows. Desta forma, a importância da preservação ambiental vai sendo trabalhada desde a infância e a adolescência.