Empresa transforma plástico reciclado em tijolo para construção de casas

Novo tijolo apresenta uma série de vantagens sobre os modelos tradicionais, com destaque para a dinamização do tempo que leva até a conclusão do projeto

13 de maio de 2017
publicado por
Redação

Reprodução / Youtube Produto originalmente italiano já está chegando ao Brasil.

Cada vez mais, a bioconstrução começa a chamar a atenção dentro do setor de construção civil. E no que depender da indústria italiana Presanella Building System, este novo ramo tem tudo para crescer ainda mais e se consolidar como uma das frentes da área de construção num futuro bem próximo.

Isto porque a empresa apresentou uma nova solução que promete revolucionar as atividades do setor, através da coleta e transformação de plástico reciclado em tijolo para construção de casas. Isso mesmo, de acordo com os italianos, os novos modelos de tijolo são fabricados com resíduos plásticos que seriam descartados e então são processados para serem utilizados em projetos arquitetônicos.

Segundo a empresa, o novo produto permite que a construção seja concluída em um período de tempo muito menor, além de ter um custo de aquisição mais em conta que os materiais convencionais. Vale também destacar os benefícios sustentáveis do novo tijolo para o setor, já que a construção civil é reconhecidamente um dos maiores responsáveis pela emissão de gases de efeito estufa.

Com base nos primeiros projetos erguidos com o tijolo da Presanella, um imóvel de 80m² é capaz de reciclar cerca de 2.500 kg de resíduos plásticos, o que proporcionalmente pode resultar em grandes ações de reaproveitamento de materiais. Além disso, o material plástico permite maior facilidade no transporte e armazenamento, otimizando ainda mais todo o processo.

Tendo sua produção já consolidada pela indústria italiana, o novo tijolo chega agora ao mercado do Brasil, através da importação do material, que é fabricado no Paraguai e distribuído para toda América Latina. Inclusive, a empresa afirma que já iniciou suas primeiras ações em território nacional.

Além dos tijolos, a nova tecnologia produz outros componentes usados pelo setor, como cofragens (moldes de madeira para moldagem e solidificação de concreto), peças e vigas para sustentação do telhado. A Presanella explica que o produto não pode ser comercializado de maneira  avulsa, apenas como parte do projeto completo.

Mais informações sobre o produto no Brasil:
Site: http://www.presanella.eu
Telefone: (11) 2629-4703
E-mail: giuliano.aulicino@presanella.eu