Conheça 5 animais extintos que foram redescobertos recentemente

A principal causa do desaparecimento das espécies da natureza são as ações humanas, como o desmatamento e as queimadas

9 de agosto de 2017
publicado por
Redação

© Depositphotos.com / lkeskinen0 Os principais motivos para a extinção dos animais são: desmatamento, queimadas, caça e aquecimento global.

Infelizmente o número de animais extintos só vem aumentando nos últimos anos. Segundo dados obtidos pela Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), atualmente são mais de 12 mil animais correndo o risco de desaparecer completamente da natureza.

Estima-se que as ações humanas vêm sendo um dos grandes vilões deste desaparecimento, elevando em mais de 100 vezes a ocorrência deste fenômeno. Entre as principais causas da extinção de animais, podemos destacar: desmatamento, queimadas, caça, aquecimento global, desaparecimento de ecossistemas, entre muitos outros problemas causados pelo ser humano.

Esses números com certeza impressionam bastante, mas nem tudo está perdido já que alguns animais que já eram considerados extintos foram redescobertos recentemente. Os cientistas batizaram esse acontecimento de Efeito Lázaro, referência ao personagem bíblico que foi ressuscitado por Jesus Cristo.

Confira abaixo a lista de animais em extinção que surpreendentemente reapareceram:

5 animais extintos que foram redescobertos

Rã Pintada da Palestina (Discoglossus nigriventer)

© Oz Rittner, Israel / Arkive Rã Pintada da Palestina

Considerada extinta desde 1996 pela União Internacional de Conservação da Natureza, a rã pintada é uma espécie de anfíbio nativa de Israel que reapareceu em 2011, quando uma equipe de pesquisadores fazia uma vistoria de rotina dentro da Reserva Natural de Hula. Segundo os cientistas, hoje já são registrados mais de 10 espécimes na natureza.

Kokanee Preto (Oncorhynchus nerka kawamurae)

Peixe nativo do Japão, o Kokanee Preto foi considerado extinto em 1940, quando uma Hidroelétrica foi instalada no Lago Tazawa, deixando a água mais ácida. Porém, em 2010, o cientista Tetsuji Nakabo e sua equipe da Universidade de Kyoto descobriram uma população dessa espécie ainda viva.

Lagarto Gigante de Las Palmas (Gallotia auaritae)

© Jaime A. de Urioste / Arkive Lagarto Gigante de Las Palmas

Originário da costa da Ilha de Las Palmas, nas Ilhas Canárias, o Lagarto Gigante foi considerado extinto há mais de 500 anos. Porém, em 2007, eles foram redescobertos pelo pesquisador Luis Enrique Minguez, após ter visto um na natureza enquanto caminhava.

Corvo Bangai (Corvus unicolor)

O Corvo Bangai é uma espécie originária da Indonésia que foi considerada extinta em 1885. Porém, em 2007, o pesquisador Mochamad Indrawan fotografou a ave em uma de suas expedições. A confirmação só veio em 2009, quando Pamela Rasmussen, do Museu Americano de História Natural, analisou e confirmou a reaparecimento da espéce. Hoje a população do Corvo é de aproximadamente 500 indivíduos.

Loris delgado vermelho (Loris tardigradus nycticeboides)

© Anna Nekaris / Arkive Loris delgado vermelho

Espécie de primata do Sri Lanka e sul da Índia, o Loris delgado vermelho foi considerado extinto há mais de 60 anos, após ter desaparecido da natureza em 1939. Em 2002, ele foi fotografado por um grupo de pesquisadores da Sociedade Zoológica de Londres, que ficaram mais de 200 horas analisando os rastros do animal.